Delegacias de Polícia e Escolas da Região Carbonífera contra o pacote de Eduardo Leite

16/11/2019

Delegacias e escolas do Estado aderiram à paralisação, nesta quinta-feira (14), em defesa dos direitos que foram ameaçados pelo novo pacote do atual governador do Estado. Até o momento nossa redação confirmou as Delegacias de Polícia de Charqueadas e Butiá, as Escolas Estaduais Visconde de Mauá e Marechal Rondon já paralisaram as suas atividades.

 

 

 A diretoria da Escola Mauá manifestou o descontentamento com o pacote protocolado pelo Governador Eduardo Leite: “Perderemos algumas conquistas do nosso plano de carreira conquistadas desde 1980. Desvalorização total de uma categoria tão importante para o futuro das próximas gerações. Há 5 anos recebemos parcelado sendo que nos últimos meses nem parcelado estamos recebendo. O Leite, assim como o Sartori, continua acreditando que é sacrificando o funcionalismo, em especial o Magistério, que irá conseguir solucionar os problemas do Estado”, ressaltou.

 

 

A diretora da Escola Marechal Rondon também se manifestou sobre o assunto, afirmando que a reforma prejudica não somente os servidores, mas também todos os gaúchos que buscam uma educação de qualidade: “Será que toda a sangria dos cofres públicos é culpa do salário dos professores? Já que somos os que estão sendo mais atingidos pelas reformas! Pedimos desculpas e a compreensão dos nossos pais e alunos. Estamos juntos e não em times opostos”, enfatizou.

 

 

 

 

 

 

 

Please reload

© Copyright 2019 - 2020 Grupo Meta News. Desenvolvido por Gath Soluções

META LOGO2 (1).png
  • Branco Facebook Ícone
  • Branca Ícone Instagram
  • Branca ícone do YouTube