Governo Leite anuncia que professores que continuarem em greve terão seus pontos cortados

26/11/2019

A nova medida do Governo foi anunciada na sexta-feira (22). Leite diz que vai negociar uma compensação apenas a dias parados durante a semana passada, mas a partir desta segunda-feira (25) os servidores que não estão comparecendo ao trabalho terão seus pontos cortados. Porém não poderá valer pois no momento em que atrasam o pagamento dos servidores os mesmos tem direito à greve e não podem ter seus pontos cortados.

O anúncio não teria grande impacto na região carbonífera, pois foram poucas escolas que aderiram à greve. Em Butiá as Escolas Estaduais Visconde de Mauá, Marechal Rondon e Venceslau Brás não aderiram à greve, porém alguns professores das três escolas participarão da paralisação que ocorrerá hoje (26). Na parte da manhã elas estiveram na Assembleia Geral do Cepers em Porto Alegre e à tarde, em Butiá, acontecerá uma manifestação promovida pela Escola Mauá a partir das 16h na Praça Dr. Roberto Cardoso. Foram convidados alunos e professores das escolas do município para participar.

 

 

Em Minas do Leão a Escola Eng. Frederico Horta Barbosa não entrou em greve.  O Instituto Estadual de Ensino de São Jeronimo aderiu parcialmente a greve, pois cerca de 15 professores não estão dando aula e amanhã irão participar da paralisação. O Instituto Estadual de Educação Vasconcelos de General Câmara também não está em greve. Em Charqueadas a Escola Cruz de Malta aderiu a greve com apenas alguns professores lecionando.

 

 

 

Please reload

© Copyright 2019 - 2020 Grupo Meta News. Desenvolvido por Gath Soluções

META LOGO2 (1).png
  • Branco Facebook Ícone
  • Branca Ícone Instagram
  • Branca ícone do YouTube