Alunos da Escola Visconde de Mauá promovem manifestação em apoio aos professores estaduais

27/11/2019

Com cartazes e apitos em apoio aos professores que estão com os salários parcelados, funcionários, professores e alunos do Ensino Fundamental e do Ensino Médio da Escola Estadual Visconde de Mauá fizeram uma manifestação pacífica contra os projetos de reajustes ao magistério do governador Eduardo Leite. O ato, que começou nesta terça-feira (26),  às 16h na Praça Dr. Roberto Cardoso, seguiu pela Av. Leandro e de Almeida, R. Buarque de Macedo e retornou à Praça pela Av. Piratini.

 

Enquanto isso, os professores de todo o  Estado se reuniram em uma Assembleia promovida pelo CPERS (Centro dos Professores do Estado do Rio Grande do Sul) na Praça da Matriz aos arredores do Palácio Piratini, em Porto Alegre. Uma representação de professores e funcionários da escola Visconde de Mauá, assim como uma da escola Venceslau Brás, fizeram-se presentes. Mobilização esta que, pela grandiosidade, está repercutindo positivamente junto aos deputados.

Após os educadores aprovarem a continuidade da greve, iniciou um embate da Tropa de Choque da BM com os manifestantes. A confusão começou quando o governo não aceitou receber dentro do Palácio o documento que pedia a retomada do diálogo e a retirada das mudanças do plano de carreira. Indignados, um grupo de pessoas forçou a entrada dentro da sede do governo. A Brigada Militar entrou em confronto com o grupo para conter o avanço. Segundo os manifestantes, diversos professores ficaram feridos.

 

 

Please reload

© Copyright 2019 - 2020 Grupo Meta News. Desenvolvido por Gath Soluções

META LOGO2 (1).png
  • Branco Facebook Ícone
  • Branca Ícone Instagram
  • Branca ícone do YouTube