PDT volta a compor a base do Governo Municipal

18/05/2020

 

O Presidente do PDT de Butiá , Vereador Mauricinho, anunciou nesta segunda-feira (18) durante Sessão Ordinária da Câmara de Vereadores de Butiá, que após reunião do diretório, o partido decidiu retornar para a base do Governo Daniel Almeida (PT), a qual eram integrantes até meados de 2019.

 

Com 27 integrantes no diretório, a maioria ampla da sigla optou pelo retorno, após o pré-candidato Carlinhos informar que não participaria mais do pleito, devido a um problema de saúde.

 

- O PDT saiu pela porta da frente na busca de um novo projeto com uma pré-candidatura, tendo um cabeça de chapa, que retornava ao partido, sendo uma estratégia proposta pelo Presidente Estadual do PDT, Deputado Pompeu de Matos. Não deu certo, e agora após decisão colegiada a maioria dos integrantes do partido, optaram em retornar para o Governo, onde voltamos pela porta da frente também. O motivo se deu em decorrência de termos abortado o projeto de uma candidatura própria para o pleito deste ano, informou o vereador Mauricinho.

 

 No segundo semestre de 2019 o PDT anunciou a saída do partido da base aliada do Governo Daniel Almeida, a qual estavam desde 2014. A ideia, era que com o retorno do filiado Carlinhos da Charrua para sigla, onde o mesmo já concorreu a Prefeito em 2012, o partido teria uma candidatura própria. Carlinhos chegou a ser lançado como pré-candidato a Prefeito de Butiá pelo PDT, em grande evento no CTG Saudades do Pago em setembro de 2019.

 

Após a virada do ano, de acordo com o Presidente do PDT de Butiá, algumas coisas mudaram, e o partido foi pego de surpresa com a ausência dele nas reuniões, um afastamento silencioso, e depois um comunicado sobre um problema de saúde, o que levaria a desistência de Carlinhos de participar do pleito.

 

Em seguida, o partido passou a se reunir, até a tomada de decisão da semana passada, onde haviam dois convites, um do atual Governo para que retornassem a compor a base aliada e um do partido Solidariedade, liderado pelo Vereador Eliseu Andrin, convidando a participarem de um novo projeto de oposição para as eleições 2020. O diretório então, optou pelo retorno ao Governo PT.

 

Com  isso, a base governista na Câmara de Vereadores agora é composta por 7 vereadores, marcando um momento inédito da legislatura, onde o Governo conta a sua maior bancada da história. Na oposição restaram apenas os vereadores Joel Maraschin (MDB) e Eliseu Andrin (SD).

Please reload

© Copyright 2019 - 2020 Grupo Meta News. Desenvolvido por Gath Soluções

META LOGO2 (1).png
  • Branco Facebook Ícone
  • Branca Ícone Instagram
  • Branca ícone do YouTube