Com a pandemia houve avanço do público, acima dos 50 anos, no meio digital

21/08/2020

Mas a vontade de conversar com os filhos, netos e grupos de amigos pelas redes fez com que os idosos procurassem meios de aprimorar as habilidades para lidar com a tecnologia, buscando aplicativos que possibilitassem as tele conferências com várias pessoas ao mesmo tempo, procurando orientação para pedir por tele entrega de produtos, entre tantas outras necessidades.

 

 E com isso puderam perceber as vantagens de não precisar sair para ir ao banco pagar contas, participar de cursos, entre tantas outras atividades evitando assim também se expor a assaltos ou acidentes de mobilidade, acessando tudo de forma on-line, mantendo a manutenção da saúde.

 

Os psicólogos afirmam que as vídeo chamadas, para todos, mas principalmente para os idosos ajudam muito a amenizar o distanciamento social, e também ajudam na busca de significado e necessidade de manter as conexões sociais.

 

 

As comemorações de aniversários foram reinventadas, nesse momento são realizadas por live, vídeo chamada, ou carreatas onde as pessoas se fazem presentes e, podem entregar com todo cuidado pelas janelas dos carros, presentes e mimos a pessoa homenageada.

 

Foi desta forma que chegamos, através das imagens no facebook, a senhora Elza. Através da Deiby, mãe de seu neto, que teve a ideia de homenageá-la, que nos passou o contato para conversarmos.

 

A senhora Elza Guerreiro, de 70 anos, Agente educacional há quase 28 anos na escola Getúlio Vargas em Minas do Leão, contou para o Meta através de áudio, como foi sua experiência ao receber uma homenagem no dia do seu aniversário : “Eu faço aniversário dia 9 de agosto, mesmo sem possibilidade de festa por conta da Pandemia, com dois dos meus filhos em outras cidades, eu encomendei algumas coisas para tomar café em casa com meu marido. Mas eu estava chateada, por não estar junto de pessoas queridas naquele momento. Foi quando ouvimos as buzinas, fomos olhar e vinha uma carreata, com balões e faixas, quando vi a Deiby na frente, eu soube que era para mim a homenagem. Meu neto, Guilherme tinha colocado uma faixa e balões no portão de casa e eu não tinha notado antes. Foi uma surpresa emocionante! Nesse momento de isolamento contar com a atenção e carinho e, mesmo atrás de máscaras, conseguir enxergar pessoas tão queridas, me fizeram muito feliz.

 

 Ano que vem eu já disse: Tudo terá passado e vamos comemorar, juntos, meus 70 anos!

 

E você que está lendo essa matéria, tem uma história sua, ou de um familiar para contar a todos sobre como está sendo para manter contato, de longe, com os seus?

 

 

 

Please reload

© Copyright 2019 - 2020 Grupo Meta News. Desenvolvido por Gath Soluções

META LOGO2 (1).png
  • Branco Facebook Ícone
  • Branca Ícone Instagram
  • Branca ícone do YouTube