“Comprometimento”, é o principal foco do novo coordenador da EDTC, Matheus Espinoza


Com 26 anos, Matheus é gestor mais jovem, dentre o quadro recém formado do novo primeiro escalão da Administração Municipal para gestão 2021/2024.


A EDTC – Equipe de Desporto Turismo e Cultura, é responsável pelas atividades esportivas e culturais no município, e possui status equivalente de uma secretaria. Matheus, que pertence a uma tradicional família de políticos da cidade, começou na área cultural participando das invernadas artísticas do CTG Saudades do Pago. Lá, envolvido desde os seus cinco anos de idade, descobriu sua paixão pela arte, e decidiu que era o que queria seguir para sempre na sua vida.


- Vivendo muitos anos a dança, viajei pelo mundo com grupos de folclore e artes, participando de intercâmbios e festivais. Além de diversos estados do Brasil, dancei em Portugal, Espanha, Argentina, Chile e recentemente voltei dos EUA, onde adquiri muito conhecimento. Aprendi a lecionar na minha primeira graduação em dança, e com a pós-graduação em dança, cultura e educação enriqueci ainda mais meu currículo. Agora, pretendo ainda fazer mestrado e doutorado, nessa área, contou.


Foi através dos intercâmbios pelo mundo que Matheus percebeu que precisava estudar mais sobre cultura.


- Acabei percebendo que esse universo não se baseia só em dança. E foi na pós-graduação que eu aprendi toda a parte cultural e docente de como lidar com outras demandas, e não só a dança, relatou.

Convidado pelo atual vereador Wagner Pfutze, para ocupar o cargo de coordenador da EDTC, Matheus conta que trabalhou muito tempo com ele, onde criaram uma grande parceria.


- Fiquei muito feliz com o convite! Confesso que de certa forma um pouco temeroso no início por ser novo ainda, tenho 26 anos e imaginei o que as pessoas pensariam, pois geralmente julgam capacidade pela idade que temos. Mas, para mim não é a idade e sim uma tarefa de comprometimento, afirmou.

Matheus sonha alto, e contou que deixou isso claro desde a sua primeira reunião com o Executivo, onde quer trabalhar e somar, junto à nova gestão.


- Vou mirar na lua, por que se eu errar fico nas estrelas. Minha amiga Nara sempre usa essa frase e eu acho que tem muito de mim nela.


Ansioso para que pandemia acabe logo, e os planos que tem possam sair do papel, o jovem conta que todos os projetos estão sendo feitos com planos A e B. A valorização da cultura, segundo ele, é o início dos trabalhos, onde devem começar fazendo um apanhado sobre a história da cidade, para que as pessoas entendam que a cultura está desde o que a gente vive, até o quadro exposto na parede da nossa casa.


- Temos vários projetos ativos que precisamos retomar, e também as demandas como: Carnaval e Carbomoto, que, serão feitas reuniões com as entidades representativas para organizar como poderão funcionar. Mas eu acredito que um resgate histórico é o primeiro passo para falar de cultura, e logo após entender como pensam sobre todas faixas etárias, desde o jovem até o idoso, reiterou.

“Comecei meio assustado”, revelou, pois a demanda era muito grande e o medo de dar algo errado aparecei.


- Acho um grande desafio, mas sou novo, tenho bastante energia para gastar nisso. Estou conseguindo me organizar, tenho a perspectiva muito boa de fazer um trabalho bom. Quero dialogar muito com o Executivo, mas pretendo trazer a visão de todos, dos meus alunos, adolescentes e de pessoas mais velhas, declarou.


No final da conversa Mateus agradece a oportunidade que foi oferecida pelo Meta Notícias para falar do seu trabalho e dos seus planos frente a Coordenação da EDTC, e deixou claro que aceitou o desafio e que todos podem contar com ele.