#Economia: Secretário adjunto de desenvolvimento do Estado acompanha o governador em agenda na serra

O secretário Adjunto de desenvolvimento do Rio Grande do Sul, Joel Maraschin acompanhado do Diretor de Promoção Comercial e Assuntos Internacionais, Leonardo Neves, estiveram na última sexta-feira (25), acompanhando o Governador Eduardo Leite em agendas na serra gaúcha, na cidade de Caxias do Sul.



Eles visitaram a planta de produção, caracterização e aplicação de grafeno (é um material de alta tecnologia, mais fino já conhecido, mais forte e mais leve) UCSGRAPHENE.


O coordenador, professor Diego Piazza apresentou a primeira e maior planta de produção de grafeno em escala industrial da América Latina instalada por uma universidade, relembrando a trajetória de 17 anos de pesquisa em nanotecnologia.


“A tecnologia produzida na Serra Gaúcha é cobiçada ao redor do mundo”, pontuou, acrescentando que “as pesquisas aplicadas precisam fazer sentido para a sociedade.”




Em pouco mais de um ano de operações, a planta já conquistou a chancela do Inmetro, ocupa uma cadeira na ABNT e foi nomeada pela associação para representar o Brasil na ISO, além de ser uma unidade credenciada pela Embrapii – Empresa Brasileira de Pesquisa e Inovação Industrial.


O segundo ponto a ser visitado foi à empresa Agrale/FNM, que é a primeira planta industrial a produzir um caminhão urbano com motor elétrico no Brasil.




Para o Secretário Adjunto Joel Maraschin, a visita marca o momento em que a Secretaria de Desenvolvimento começa a rediscutir a política industrial do Estado, desatualizada desde 2012 e o papel dos veículos elétricos no futuro próximo:


- A União Europeia já aprovou que a partir de 2030 não poderão ser fabricados mais veículos a combustão, e a partir de 2040 não poderão mais circular em seus países este tipo de veículo. Com esses projetos inéditos e inovadores em Caxias do Sul, o Rio Grande do Sul não pode perder o protagonismo neste debate na América Latina, afirmou.